nosso processo

Destacar-se no mercado pela qualidade do gusa que produz através da redução do minério de ferro com carvão vegetal

E o processo que utilizamos é a garantia para um produto diferenciado.

A PRODUÇÃO DO FERRO-GUSA

A Viena produz seu gusa à partir da redução do minério de ferro com carvão vegetal. Para isso otimiza de diversos processos com o objetivo de reduzir o impacto socio-ambiental e aumentar a eficência de produção.

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

A produção de carvão vegetal de eucalipto iniciou em fornos pequenos de alvenaria.

A necessidade de agregar valor ao carvão vegetal motivou a Viena a buscar novas alternativas, sempre inovando e buscando novas tecnologias. Em setembro de 2008, a empresa iniciou suas operações de produção em unidades carbonizadoras de grande porte, denominados fornos retangulares. Os mesmos têm capacidade de entre 200 m³ e 400 m³ sólidos de lenha de eucalipto, com produção de 25.000 m³ de carvão vegetal/mês, em quatro praças de 16 a 32 fornos retangulares totalizando quase 100 fornos em produção.

Os fornos retangulares possibilitam a produção de carvão vegetal numa base industrial moderna, utilizando máquinas para carga e descarga, configurando-se em um sistema no qual a atividade carvoeira é economicamente viável, ecologicamente correta e socialmente justa.

CONSCIÊNCIA AMBIENTAL

A Viena adota práticas que demonstram não só a sua preocupação com o meio ambiente, mas também o alto nível de tecnologia e investimentos nessa área.

Através do processo de Sinterização, desenvolvido internamente, é possível reaproveitar o material de baixa granulometria proveniente do minério de ferro, do calcário e do carvão. Hoje a Viena é capaz de absorver os finos próprios e também de outras fontes geradoras.

A empresa é pioneira no uso da tecnologia de Injeção de Carvão Pulverizado – ICP, iniciativa que somada à Sinterização possibilita uma economia de mais de 15% no consumo de carvão vegetal.

Af im de cumprir com a produção do gusa verde a Viena reaproveita água de chuva, usa filtros para retirada de finos e reaproveitamento dos mesmos, usa a escória proveniente do processo para a pavimentação de vias com seu concreto verde, entre outras estratégias que visam a preservação do meio ambiente.

INVESTIMENTO EM ENERGIA LIMPA

A Viena investiu na sua capacidade de gerar energia elétrica a partir de gases emitidos pelos alto-fornos. Hoje a capacidade instalada chega a 9,7 MWh. Esta iniciativa, além de gerar autossuficiência em energia, possibilita a venda do excedente no mercado e evita a emissão de poluentes na atmosfera.

Além disso, o escritório da Viena em Belo Horizonte é 100% abastecido com energia limpa proveniente de placas solares.